Doses de Ânimo > A Misericórdia de Deus; Uma flôr rara no Jardim de Deus

 A Misericórdia de Deus; Uma flôr rara no Jardim de Deus

A Misericórdia de Deus

Uma flor rara no jardim da aflição!

Uma excelente maneira de começar o dia é levantar um clamor durante os primeiros momentos pela manhã, prevendo um entardecer abençoado e um dia contabilizado pela misericórdia divina. Podemos dar um titulo a esse texto como sendo o salmo do entardecer. No versiculo um Há um pedido, um clamor pela misericorida divina embasada em ajudas passadas. O Nosso histórico de vida esta repleto de intervenções de Deus nos anos passados.

No verso 2 há uma demonstração clara de Deus da depravação do homem como é vista por Deus. Ele sabe das ações repetitivas do homem em negligenciar Seus conselhos.  E nos faz uma pergunta pertinente:“Até quando?” Como se as ações humanas na tendencia em busca do mal não cessassem nunca. Deus faz questão de nos dizer que Ele sabe de nossa inclinação em propensão ao mal que por continuarmos a desprezar a Cristo, por amar a vaidade no coração e buscar mentiras na vida cotidiana. Quanto tempo isso vai durar? Pergunta Ele, para nos levar a uma séria ponderaçãodessas ações inóquas.

É no verso 3 que começa brotar a flor da misericórdia em nosso chão da contrição quando o salmista diz: “Sabei que o Senhor separou para Si aquele que é piedoso. O Senhor ouvirá quando clamar a Ele” Resposta a oração são certas para pessoas especiais que se posicionam em verdadeiro quebrantamento diante Dele. (vers.4) “irai-vos e não pequeis”.

 O que isso quer dizer? Significa que devemos ficar  indignados com a falta de zelo e pela distração em que somos afetados por esse estado mórbido de uma vida rasteira. Somos convidados a nos reexaminar para que possamos nos convencer do grilhão do pecado. “Falai com o coração em vossa cama” Um estado de verdadeira contrição no momento em que devemos nos aquietar para o repouso.

 Deve-se nesse momento deixar de estar atento a todos os barulhos periféricos e buscar a quietude interior para ouvir o proprio coração; “Aquietai” Um conselho bom, mas dificil de seguir se não houver persistencia.

No vers 5 e 6 refere-se a esse tipo de sacrificio disciplinar que o povo de Deus deve fazer nesse momento de reflexão interior. São nesses momentos sagrados é serão satisfeitos todas as necessidades da alma aflita e sequiosa por aproximação e satisfação plena da misericórdia de Deus.

O Resultado disso é o replandecer da Sua luz em nós, esse é mais um salmo messianico Uma certeza de que Cristo nos ama e além de Sua verdade fortalecer a nossa alma um sentimento de alegria transbordará em nosso coração (vers 7) Cristo é fonte dela, “Tu” No tempo certo Ele preenche tudo e plenamente “enchestes” No lugar certo onde a misericórdia vai brotar “no coração” “Trigo e vinho” Simbolos de provisão plena e satisfação impar. Depois desse dia e do entardecer em que os preparativos para uma noite de sono se aproximam surge a promessa; “Em paz me deitarei e dormirei, pois Tu, ó Senhor me fazes habitar em segurança.” (vers.8).

Pedro Luiz Almeida

www.minacq.com.br



Confira Também:

Sapiência
A Calúnia
Honrar os lideres
Sem ociosidades... Trabalho é a palavra de ordem
Fidelidade conjugal
O casamento desperta dos sonhos
Contato: Email: revpedroalmeida@gmail.com | Fone: (041) 9679-5086

Copyright © Minacq - Todos os direitos reservados