Doses de Ânimo > Confiança em Deus e a proteção divina

Confiança em Deus e a proteção divina

Doses de ânimo

Reflexão  expositiva no livro de Salmos

Salmo 3;1-8

Confiança em Deus e a proteção divina.

A maioria dos salmos são experiências de Davi relatadas de forma poética  em situações de extrema dificuldades em que Deus interveio em sua vida e que nos ensinam como Deus é fiel em nos ajudar em tempos de  perseguição e crises. O Salmo 3 foi escrito por  Davi num dos momentos mais críticos de sua vida familiar, quando fugia de seu filho Absalão ao qual armou uma revolta armada contra ele.

Um momento de angustia, uma mistura de decepção de um pai com amargura e ressentimentos de sentir-se traído pelo próprio filho a quem amava. Davi se posiciona num compartimento hermeticamente fechado. Deve ter escrito esse salmo na noite turbulenta onde os mais variados sentimentos de decepção invadiam sua alma.

O Verso 5 retrata sua decisão maior: “Eu me deito e durmo, acordo, porque o Senhor me sustenta.” Com base nessa afirmação Ele teve  atitudes enérgicas e determinadas de dispor-se a confiar em Deus.

Ele nos ensina através desse salmo que há quatro bases sólidas a ser construídas: como resultado dessas bases surgem   quatro bênçãos que estão a disposição daqueles que são perseguidos de forma injusta. Senão vejamos as bases que estão nos primeiros dois versos:

1º Contar a Deus suas aflições. Davi expõe sua queixa a Deus totalmente quebrantado de forma clara como se sente diante daquela situação.

2º Utilizar-se de maneira apropriada para contar. Afirme a opinião dos seus inimigos e diga a Deus que tem confiado Nele, apesar de todas as acusações que fazem.

3ºDescansar, ir para cama tranquilo. Esse é o melhor sonífero.

4º Levantar-se confiante. Saibas que Deus já entrou com providencias contra essas perseguições; ( vers.3-5)

 

Essas ações trouxeram a alma de Davi quatro bênçãos  especificas. O que aconteceu com Davi, certamente ocorrerá conosco:

1º Deus será a nossa defesa. A confiança inabalável em Deus gera no coração uma certeza de que os inimigos não levarão vantagens, não importa a quantidade deles.

2º Alegria de Deus- Os sentimentos mais obscuros desaparecem e surge o sentimento de prazer da situação estar no controle divino na situação provocada . A alegria do Senhor a nossa força É.

3º  Deus nos honrará.”Eu honro os que me honram...” é uma promessa, além da benção da elevação de sentir-se privilegiado com tamanho cuidado divino

4º Predisposição para o conflito que virá. |”Fere no queixo todos os meus inimigos.” Nocaute, o queixo, lugar mais frágil do lutador profissional. Deus nocauteará o inimigo. A salvação vem do Senhor para todo o seu povo. (Salmo 3;1-8)

 

PEDRO LUIZ ALMEIDA

www.minacq.com.br

 



Confira Também:

Abster-se da prostituição
Doses de ânimo- Estar plantado junto a fonte
Introspecção
Sacrifícios de louvor
Jesus e a filosofia
Sapiência
Contato: Email: revpedroalmeida@gmail.com | Fone: (041) 9679-5086

Copyright © Minacq - Todos os direitos reservados